O Processo Pedagógico na Equoterapia

Na Área educacional, cavalgar auxilia na aquisição e desenvolvimento das funções psicomotoras, o que vai proporcionar a aprendizagem e o desenvolvimento de cognição de ordem superior, que se referem a sofisticadas habilidades: formação de conceitos, soluções de problemas, pensamento crítico e criatividade. Alguns dos princípios de Paulo Freire de uma educação libertadora são: falar, agir, errar, relacionar-se com o mundo, construir um mundo novo, brincar, experienciar, ser livre e ter um ambiente seguro e afetivo. Todos passíveis de serem oferecidos e trabalhados no ambiente da equoterapia.


Segundo Lauro de Lima, uma criança só realiza uma tarefa para qual tem competência e no caso especifico das com deficiência, todas aquisições ficam inibidas e dificultadas e, esta problemática se sobressai especificamente na escola, instituições com poucas possibilidades de interdisciplinaridade.

A atuação do pedagogo é o elo entre os objetivos educacionais na terapia proposta da equoterapia, contribuindo com a equipe para que se faça uma observação inicial, levando a traçar um perfil de dificuldades, que conduzirá um plano de ação terapêutica conjunta, contemplando a aprendizagem. Nenhuma deficiência é unitária, exclusiva, imutável. Cabe a equipe de reabilitação ou habilitação, a busca de esclarecimentos para a questão e a educação é e, sempre será, uma terapia possível.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Ligue:

31 9915-8070

Endereço: 

Rodovia MG 120,

Ponte nova- Rio Doce

Ponte Nova-MG